Vargas Llosa é o vencedor do Nobel de Literatura 2010

O escritor peruano Mario Vargas Llosa, de 74 anos, foi vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2010.

“Sequer pensava que estava entre os candidatos”, disse o escritor em Nova York à rádio colombiana RCN, na primeira reação após receber a notícia do prêmio. “Acredito que é um reconhecimento à literatura latinoamericana e à literatura em língua espanhola, e isto sim deve alegrar a todos”, acrescentou.

Nascido na cidade de Arequipa, no sul peruano, em 28 de março de 1936 em uma família de classe média, foi educado pela mãe e pelos avós maternos em Cochabamba (Bolívia) e depois no Peru. Depois de estudar na Academia Militar de Lima, se formou em Letras e trabalhou como jornalista.

Três anos depois de ser derrotado nas eleições presidenciais peruanas de 1990 por Alberto Fujimori, obteve a nacionalidade espanhola, mas sem abrir mão da nacionalidade original.

Romancista, mas também poeta, autor de ensaios e jornalista, Vargas Llosa, que aparecia há muitos anos entre os candidatos ao Nobel de Literatura, se vê premiado 47 anos depois da publicação de ‘A cidade e os cachorros’, livro com o qual obteve fama mundial.

Com livros traduzidos para mais de 30 idiomas, Vargas Llosa já venceu os prêmios Cervantes, Príncipe das Astúrias das Letras, Biblioteca Breve, o da Crítica Espanhola, o Prêmio Nacional de Romance do Peru e o Rómulo Gallegos.

Na política, passou de um apoio entusiasmado ao repúdio à revolução cubana. Também defendeu posições mais conservadoras nos anos 80, assim como quando foi candidato à presidência do Peru em 1990.

Fonte: France Press



-->