Mauricio de Sousa toma posse na Academia Paulista de Letras

Mauricio de Sousa, que ocupará a Cadeira 24, é o primeiro quadrinista a conquistar a honraria. A escolha foi realizada em 2 de dezembro, em evento presidido por José Renato Nalini, no Largo do Arouche, centro de São Paulo. Mauricio competia pela cadeira com Joaquim Cavalcanti de Oliveira Lima Neto.

O Pai da Turma da Mônica foi eleito imortal na Academia Paulista de Letras (APL), ao conquistar a vaga deixada pelo poeta e jurista, Geraldo de Camargo Vidigal, falecido em agosto de 2010.O evento de posse será realizado no dia 12 de maio, às 19 horas, no auditório da própria sede da APL, no Largo do Arouche, onde o acadêmico Mauricio de Sousa será recebido pelo acadêmico Gabriel Chalita e o atual presidente Antonio Penteado Mendonça.

No dia 22 de maio haverá um encontro com as crianças no Circo dos Sonhos, para que elas participem desse momento junto com Mauricio de Sousa e os acadêmicos da APL.A Academia Paulista de Letras é formada por 40 membros e Mauricio passa a integrá-la ao lado de nomes como Ignácio de Loyola Brandão, Ruth Rocha, Gabriel Chalita, Paulo Bomfim, Lygia Fagundes Telles e Antônio Ermírio de Moraes, entre outros. “Além da honra de me sentar ao lado de luminares da literatura e intelectualidade, beber de suas luzes e inteligências, gostaria de atrair crianças e jovens para conhecerem a Academia e seus representantes. E com estes, discutir eventos que pudessem rejuvenescer a casa com a presença dessas crianças, afinal, leitores ou futuros leitores das nossas letras – sem esquecer meu lado quadrinhos, que me trouxe até aqui e abriu caminho para minhas incursões também em livros”, diz Mauricio. Em 2008, o IBOPE realizou pesquisa, encomendada pelo Instituto Pró-Livro, na qual Mauricio de Sousa ficou entre os dez primeiros escritores mais admirados de todos os tempos no Brasil. Foram ouvidas 5.012 pessoas, a partir de cinco anos de idade, em 311 municípios brasileiros.
1º. Monteiro Lobato
2º. Paulo Coelho
3º. Jorge Amado
4º. Machado de Assis
5º. Vinícius de Moraes
6º. Cecília Meirelles
7º. Carlos Drummond de Andrade
8º. Érico Veríssimo
9º. José de Alencar
10º. Mauricio de Sousa

Fonte: Assessoria de Imprensa



-->