Edgar Rizzo lança Fragmentos do Dia em Joaquim Egídio   O escritor e diretor de teatro Edgar Rizzo lança, na próxima quinta-feira, dia 22 de abril, no restaurante Estação Marupiara, no distrito de Joaquim Egídio, o livro Fragmentos do Dia – Histórias Egidienses.

 A escolha do local para a noite de autógrafos não foi por acaso. O distrito serviu de inspiração para o autor que, com histórias bem humoradas, conta sobre o cotidiano de gente simples em um povoado, imigrantes que dividem com brasileiros um pedaço de chão e sobre a convivência e luta pela sobrevivência deste povo.

 Algumas das histórias referem-se a situações na escola, com o reconhecimento a antigos educadores que anonimamente contribuíram na construção de um país melhor. O teatro, uma das paixões do autor, também aparece como fonte de lazer e distração numa comunidade tão carente de recursos, uma prova de que tudo é possível quando se tem boa vontade.

 Na dedicatória, Rizzo faz homenagem tanto para amigos com os quais conviveu em sua infância no distrito de Joaquim Egídio, quanto aos presentes e aos eternamente presentes, como se refere aos que já faleceram. 

 Sobre Edgar Rizzo

Edgar Rizzo é o fundador do Grupo Téspis. Formado em Teatro,  Pedagogia e Orientação Educacional, sempre se utilizou das artes cênicas no desenvolvimento da sociabilidade, cidadania, afetividade, criatividade e do espírito crítico de seus alunos e espectadores. Escreveu vários textos para teatro, adaptação e direção de “O Menino Maluquinho” e foi indicado para o prêmio “Molière” de teatro infantil em 1990 com a direção do “Cavalo Transparente”.

Serviço:

Noite de Autógrafos

Fragmentos do Dia - Histórias Egidienses 

autor: Edgar Rizzo 

editora:Editora Komedi

Quando: quinta-feira, dia 22 de abril a partir das 19 horas

Onde: Restaurante Estação Marupiara

Rua Saturnino do Amaral, 29

Joaquim Egídio – Campinas – SP


Olá Edgar Rizzo, tudo bem?
Você não me conhece, mas a partir dos fatos que eu vou contar,você se lembrará de minha família.Meu nome é Carlos.Na semana do feriado de corpus crhisti, minha prima Maria Eugênia ligou, já que moro na cidade de Osasco e contou que esteve em uma feira de livros,no Largo do Rosário, em Campinas , e que viu o seu nome em um livro, foi dar uma folheada e atentou em uma determinada página, um capítulo do livro, falando do meu tio João,tia Cida e meu primo Nilton,mais conhecido como “Nêne” , fiquei emocionado,pois ela, Maria Eugênia disse- me que vocês foram amigos de infância, bem como o Nêne. Ela adquiriu o livro e pedi para ela comprar um também , pois gostaria muito de ler .
Eu não sei se você vai se lembrar , sou filho do Idalgo irmão do João , que você considerava um excelente jogador.
Estou sempre indo para Joaquim Egídio que é um local que eu adoro, concerteza na festa de agosto estarei aí com meus familiares.
Espero dar muitas risadas com o seu livro.
O email que ultilizo é da minha esposa Ivone, não sou muito amigo do computador.
Quem sabe um dia possamos nos encontar.

Abraços
Carlos Alberto Fernandes

  • MARCIA on segunda-feira 19, 2010

    PROFESSOR EDGAR !!!!!!!!!!!!!!!!! QTOS ANOS !!!!!!!!!!! VOCE FOI MEU PROFESSOR DE “MATEMÁTICA” EM VALINHOS, NA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOSE LEME
    DO PRADO, LEMBRA ?? AQUELE TEMPO O SR. JÁ FAZIA TEATRO ! QUE LEGAL SABER QUE SEGUIU ESSE CAMINHO. SÓ TEMOS A GANHAR.
    MEU NOME É MARCIA, E NO MEU ULTIMO ANO DE AULAS, O SR. ME DEU UM CARTÃOZINHO
    DE FINAL DE ANO ESCRITO : “O TEMPO QUE PERDESTE COM TUA ROSA, FEZ TUA ROSA TÃO IMPORTANTE” !! CARAMBA, QUE EMOÇÃO VÊ-LO TÃO BEM .
    MUITAS FELICIDADES. MÁRCIA.


  • Deixe uma resposta.


    -->